425406-PDTHQ8-504

Iniciar as visitas ao dentista desde cedo é imprescindível para que a criança adquira hábitos saudáveis que os acompanhe para toda a vida. Nessa fase, é importante que haja paciência e muita atenção. Afinal, na maioria das vezes, o jovem está tendo seu primeiro contato com um universo completamente novo: o consultório odontológico.

Ainda hoje, um dos principais problemas que a odontologia enfrenta é o medo que muitas pessoas sentem em ir ao dentista. Essa dificuldade é ainda maior quando se trata de crianças. E não foi diferente com o pequeno Lucca, de 4 anos. Segundo sua mãe, Amanda Spadotto, ele estava um pouco ansioso antes da consulta. Mas o tratamento diferenciado da Royale fez toda a diferença para acalmá-lo e ajudá-lo a superar o medo que tinha.

Para Amanda, a paciência com o filho foi um dos diferenciais que encontrou no atendimento da Clínica. “Em experiências anteriores, em outros locais, a falta de paciência e delicadeza para fazer com que o Lucca se sentisse mais confiante e seguro no ambiente foi um dos principais obstáculos”, diz. E esse cuidado é um dos motivos pelo qual Amanda recomenda a Clínica Royale.

O Dr. Marcelo Montanha, responsável pela área da odontopediatria da Royale, acredita ser fundamental a criança receber tratamento especial desde o início. “Por isso, a clínica conta com um espaço kids, cuidadosamente pensado para oferecer conforto, segurança e diversão para eles. Além disso, carinho, paciência e elogios são essenciais para que a criança se sinta bem durante a consulta”, pontua.

A primeira experiência com o dentista deve ser positiva e alegre, pois vai ficar marcada para sempre na memória das crianças. Portanto, é importante desmistificar a ideia de que ir ao dentista é aterrorizante. A equipe da Royale Odontologia atua juntamente para proporcionar, tanto aos pequenos quanto aos pais, uma boa experiência em atendimento odontológico. Nosso objetivo é a qualidade de vida.

Porque nosso propósito é o sorriso do seu filho!


odontopediatriadentistacriançasodontologiapediatriaclínicaroyale